Ativista chinês é condenada por post no Twitter

sexta-feira, 19 de novembro de 2010 16:47 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - Autoridades chinesas sentenciaram uma ativista online a um ano de reeducação e trabalho forçado por postar uma mensagem satírica em seu perfil no Twitter, convocando pessoas a atacarem o pavilhão do Japão na Xangai Expo.

A Anistia Internacional (AI) afirmou que Cheng Jianping, que escreve na Internet sob o pseudônimo Wang Yi, foi condenada na segunda-feira por "perturbar a ordem social".

A mensagem de Cheng republicava um "tweet" de seu noivo, em que zomba chineses que destruíram produtos japoneses durante recentes protestos na China após uma disputa entre Pequim e Tóquio por ilhas ao leste do Mar da China, segundo a organização não-governamental.

A mensagem na rede social dizia: "Manifestações anti-Japão, destruir produtos japoneses, isso já foi feito anos atrás ... Não é nada de novo. Se realmente quiserem chocar, vão correndo para Xangai pra destruir o pavilhão japonês na exposição".

Ela acrescentou a frase: "Juventude enraivecida, atacar!", segundo a AI. O "tweet" foi reproduzido por apenas três pessoas.

(Reportagem de Michael Martina)