Pentágono diz saber de redirecionamento de Internet na China

sexta-feira, 19 de novembro de 2010 20:38 BRST
 

Por Jim Wolf

WASHINGTON (Reuters) - O Departamento de Defesa dos Estados Unidos está ciente do breve redirecionamento de tráfego de Internet para a China que aconteceu neste ano, afirmou um porta-voz do Pentágono nesta sexta-feira.

A estatal China Telecom enviou uma nota falsa em 8 de abril que levou o tráfego do site do gabinete do secretário de Defesa, Robert Gates, e de outras páginas do governo, Exército e empresas norte-americanos a serem redirecionados para a China durante 18 minutos aquele dia, acusou a Comissão de Revisão Econômica e de Segurança EUA-China em seu relatório anual na quarta-feira.

"Estamos cientes de que no dia 8 de abril ... tráfego de Internet foi redirecionado para a China", disse o coronel da Marinha David Lapan, porta-voz do departamento de Defesa.

Ele acrescentou que não sabe se este incidente "foi mal-intencionado ou não". Mais tarde, o porta-voz declarou que não havia evidências de malícia.

Em Pequim, o Ministério do Exterior chinês condenou o relatório da Comissão sobre a capacidade militar da China e suas políticas econômicas enviado ao Congresso, afirmando que distorce a realidade e é sintomático de um pensamento herdado da Guerra Fria.

A China Telecom negou a acusação de que tenha "sequestrado" o tráfego de Internet dos EUA.