Groupon considera venda para o Google--mídia

segunda-feira, 22 de novembro de 2010 08:23 BRST
 

NOVA YORK, 22 de novembro (Reuters) - O site de compras coletivas Groupon está considerando a possibilidade de vender a empresa ao Google, publicou a imprensa. As duas partes estão em discussões sobre a aquisição, avaliada em mais de 3 bilhões de dólares, afirma o blog AllThingsD, citando fontes anônimas.

O Groupon é uma empresa não listada de Chicago que começou a operar há dois anos. A empresa, que envia a seus membros emails diários com cerca de 200 ofertas, está presente em 250 mercados na América do Norte e também no Brasil.

As promoções são confirmadas quando um número mínimo de pessoas concorda em fazer a compra do bem ou serviço, dando ao Groupon poder para negociar grandes descontos coletivos.

"Não há nada para comentar. São apenas rumores", disse a porta-voz do Groupon Julie Mossler. Um porta-voz do Google disse que a empresa não comenta rumores ou especulação.

O Groupon está avaliando se vende a empresa ao Google ou continua com plano de levantar fundos, afirmou um segundo artigo da Bloomberg.

A Groupon disse à Reuters em agosto que está atraindo interesse de grandes empresas de tecnologia. Seu presidente, Rob Solomon, disse na época: "Não temos planos no momento de nos vender ou fazer um IPO, os únicos planos são de crescimento."