Co-fundador do Twitter quer criar rede social de notícias

segunda-feira, 22 de novembro de 2010 18:43 BRST
 

Por Matt Cowan

OXFORD, Inglaterra, 22 de novembro (Reuters) - Biz Stone, co-fundador do popular site de microblogs Twitter, está ansioso para usar a vasta quantidade de informação que seus usuários compartilham no serviço para criar uma rede social de notícias, segundo disse à Reuters nesta segunda-feira.

Uma rede de notícias do Twitter não seria operada pelo site, necessariamente, mas seria uma parceria entre o serviço de microblogs e diversas outras organizações de notícias, e seria um serviço aberto, segundo Stone.

"Desde o começo, parece um terminal de notícias de todos os cantos do mundo", disse Stone à Reuters Television nos bastidores de um evento de tecnologia em Oxford.

"Creio que o Serviço de Notícias do Twitter será algo muito aberto e compartilhado por diversas organizações de notícias em todo o mundo", afirmou.

Os 174 milhões de usuários registrados do Twitter enviam cerca de 95 milhões de mensagens de até 140 caracteres por dia para o microblog.

O site já compartilha as informações publicadas por seus usuários com os sites de busca Google, Yahoo e Bing, da Microsoft, mas Stone diz que imagina que outras organizações de notícias irão buscar um acesso mais especializado aos dados.