HP eleva projeções para 2011; Apotheker impressiona Wall Street

terça-feira, 23 de novembro de 2010 11:54 BRST
 

Por Gabriel Madway

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Hewlett-Packard melhorou suas projeções de resultados para o ano fiscal de 2011, e seu novo presidente-executivo Leo Apotheker fez uma estreia sólida, o que acalmou os investidores ansiosos quanto à visão de negócios do novo líder e causou alta de três por cento nas ações da empresa.

Vendas fortes de computadores, servidores e equipamentos de armazenagem para empresas resultaram em números melhores que os esperados para a HP, o que aliviou os temores de que a maior companhia mundial de tecnologia em faturamento estivesse sofrendo problemas devido a tumultos internos. O ex-presidente Mark Hurd deixou o grupo em agosto, depois de ser alvo de alegações de assédio sexual.

A HP, maior fabricante mundial de computadores, não foi afetada pelos cortes nos gastos governamentais que prejudicaram a Cisco Systems.

Apotheker, que assumiu em 1 de novembro, reassegurou Wall Street ao expressar previsível confiança quanto às perspectivas da HP.

"Ele foi sólido. Fez exatamente o que precisava," disse Brian Marshall, analista da Gleacher & Co. "Somado a um forte desempenho financeiro, isso garantiu um bom trimestre."

Apotheker brincou que pode ter batido o recorde mundial de viagens, nas últimas semanas, quando percorreu o mundo para se familiarizar com as diversificadas operações da HP.

Ele ofereceu poucos detalhes sobre a estratégia que adotará para lidar com a feroz concorrência no setor tecnológico em consolidação. Reafirmou que os temas centrais serão o software, que hoje responde por três por cento dos negócios da HP, e o investimento em pesquisa.

"Tenho um compromisso especial quanto a manter o nosso foco em eficiência operacional. No entanto, é necessário investir para criar alavancamento operacional sustentável. Temos de fazê-lo em base continuada", disse.   Continuação...