Ex-colaboradores do WikiLeaks vão lançar site rival, diz jornal

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010 10:01 BRST
 

ESTOCOLMO (Reuters) - Um grupo de ex-colaboradores do WikiLeaks que deixou o projeto vai lançar um novo site de divulgação de documentos sigilosos, como protesto contra o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, informou a mídia sueca.

O respeitado diário Dagens Nyheter não deu detalhes sobre os planos de lançamento do novo site, que será chamado de Openleaks.

"Nossa meta de longo prazo é criar uma plataforma de suporte para os informantes, tanto em termos de tecnologia como política, e ao mesmo tempo encorajar outros a iniciarem projetos semelhantes", disse uma pessoa ligada ao novo site na quinta-feira, segundo o jornal sueco.

A notícia, intitulada "Novos rebeldes do WikiLeaks contra Assange", diz que a pessoa pediu para permanecer anônima.

De acordo com o diário, a fonte declarou que o objetivo no curto prazo é concluir a infraestrutura técnica e garantir que "a organização continue a ser democraticamente dirigida por todos os seus membros, em vez de limitada a um indivíduo ou grupo" -- numa aparente referência ao papel de comando de Assange no WikiLeaks.

Assange tem sido a face pública do WikiLeaks. Ele está detido na Grã-Bretanha em cumprimento a um mandado de prisão emitido na Suécia, onde é acusado de delitos sexuais,

(Por Patrick Lannin)