Setor de tecnologia chinês não oferece grande lucro

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010 10:22 BRST
 

Por Kelvin Soh

HONG KONG (Reuters) - Apesar da expectativa de vendas de 65 milhões de computadores pessoais este ano na China, uma pergunta que muita gente ainda não conseguiu responder é: quanto dinheiro está sendo ganho, de fato, com a venda desses computadores?

A renda em alta e o esforço do governo chinês para encorajar seu 1,3 bilhão de cidadãos a gastar mais no consumo fizeram do país o maior campo de batalha para marcas de computadores como Dell, Hewlett-Packard e Lenovo.

"Será uma grande batalha", disse Amit Midha, diretor das operações chinesas da Dell, durante a Reuters China Investment Summit. "Não é para os tímidos, e estamos apenas no primeiro período de um jogo que será muito longo."

Os números parecem atraentes à primeira vista, já que a China, de acordo com a maioria dos indicadores, é o segundo maior mercado mundial de computadores, atrás apenas dos Estados Unidos em termos de volume. As projeções indicam que as vendas na China superarão o total norte-americano no máximo dentro de uma década.

Também é um dos mercados de mais rápido crescimento, com previsão de alta de 14 por cento em termos de volume, para 74 milhões de computadores no ano que vem, superando com folga os números baixos vistos na maioria dos mercados desenvolvidos, de acordo com o grupo de pesquisa IDC.

Mas um estudo mais detalhado dos números revela quadro diferente. O preço médio de venda de um computador na China foi de 604 dólares no terceiro trimestre deste ano, cerca de 18 por cento abaixo da média de 739 dólares registrada nos EUA.

O Saige Computer Centre, em Shenzhen, uma cidade no sul da China, oferece uma avaliação sobre os motivos para que os preços dos computadores sejam tão baixos no país: os jovens preferem lojas que montam e vendem modelos próprios.

Softwares piratas e acessórios feitos em casa com a marca Hello Kitty também estão à venda nessas lojas, para aqueles que desejam enfeitar os gabinetes acinzentados de computadores que podem ser vendidos por apenas mil yuans (150 dólares).

"Diga o que deseja e montamos para você", disse um vendedor, apontando para uma sala nos fundos da loja na qual técnicos montavam computadores. "Tudo é feito aqui mesmo, e por isso podemos vender mais barato."