Ulvac vê demanda forte por equipamento para telas OLED pequenas

terça-feira, 21 de dezembro de 2010 15:38 BRST
 

Por Isabel Reynolds e Kentaro Hamada

TÓQUIO (Reuters) - A japonesa Ulvac está registrando demanda forte por equipamento utilizado para a produção de telas OLED pequenas para celulares e isso deve compensar a queda na demanda por telas grandes de cristal líquido (LCD).

A Ulvac, sediada em Chigasaki, 50 quilômetros ao sul de Tóquio, concorre com rivais como a Tokyo Electron e a norte-americana Applied Materials na produção de equipamento para fabricação de chips, painéis para telas planas e células fotovoltaicas.

Seu presidente, Hidenoru Suwa, disse em entrevista à Reuters que mantém contato com duas empresas sobre contratos de equipamentos destinados a novas fábricas de pequenos painéis para uso em celulares inteligentes, no Japão.

Os comentários do executivo acontecem após reportagens recentes que afirmaram que Sharp e Toshiba estão planejando construir novas fábricas para a produção de pequenos painéis para telas usadas no iPhone, da Apple.

Na tecnologia de células solares, Suwa disse que vê grande potencial para painéis de película de silício, ainda que a concorrente Applied Materials tenha abandonado esse segmento em julho afirmando que ele não gera lucro.

No mês passado, a Ulvac revisou sua projeção de pedidos de equipamento para a produção de painéis de telas planas, cortando o número para 77,6 bilhões de ienes (926 milhões de dólares) no ano fiscal que se encerra em junho de 2011, ante 84,5 bilhões de ienes (um bilhão de dólares) na projeção anterior.

"No começo do ano fiscal, antecipávamos forte investimento na China", disse Suwa. "Mas não deveríamos ter contado com investimento de empresas estrangeiras na China e por isso revisamos nossa projeção. A queda foi em larga medida compensada, no entanto, pela demanda por equipamento para OLED e pequenos painéis."

Suwa antecipa que a demanda por equipamento usado na fabricação de grandes painéis de LCD para televisores se recupere no segundo semestre de 2011, especialmente na China. A Ulvac anunciou em outubro que construirá uma fábrica de painéis solares e de LCD em Suzhou, perto de Xangai, em um esforço para escapar do iene forte e reduzir custos.