Wal-Mart investe em empresa chinesa de comércio eletrônico

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010 13:45 BRST
 

XANGAI (Reuters) - O Wal-Mart, maior varejista do mundo, investiu no principal site de venda de eletrônicos da China, em uma iniciativa para atingir mais consumidores chineses.

A empresa chinesa de comércio eletrônico 360buy Jingdong Mall obteve 500 milhões de dólares em recursos de seis parceiros estratégicos, incluindo o Wal-Mart, disse uma porta-voz da empresa.

A parcela do Wal-Mart no investimento não foi revelada. O grupo varejista sediado nos Estados Unidos tem mostrado interesse na emergente classe média chinesa. No começo deste ano, o Wal-Mart lançou um site chinês de sua loja de descontos Sam's Club.

"É um movimento inteligente do Wal-Mart, porque a 360buy, em minha opinião, é uma das melhores empresas de comércio eletrônico da China", disse o diretor-geral da empresa de pesquisa tecnológica RedTechAdvisors, Michael Clendenin.

O presidente-executivo da 360buy, Liu Qiangdong, disse que os recursos captados serão usados para construir centros de logística na China, segundo reportou a mídia local.

O mercado de comércio eletrônico chinês é altamente fragmentado e competitivo. A 360buy tinha 14,1 por cento do mercado de vendas online da China no terceiro trimestre, de acordo com dados da Analysys International.

(Por Melanie Lee e Jerry Huang)