Intel tenta atrair estúdios de Hollywood com novo chip

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011 10:11 BRST
 

Por Noel Randewich

SAN FRANCISCO, Estados Unidos, 3 de janeiro (Reuters) - Os novos chips da Intel, alardeados como seu maior avanço em termos de poder de processamento, incluem recursos integrados de proteção a conteúdo para dar mais segurança aos estúdios de Hollywood na oferta de filmes aos consumidores.

A Warner Bros Digital Distribution, da Time Warner, e outros estúdios planejam oferecer filmes de alta definição aos consumidores cujos computadores usam os chips, conhecidos pelo codinome Sandy Bridge, no mesmo momento em que os títulos sejam lançados em DVD, disse Mooly Eden, vice-presidente da Intel, à Reuters na semana passada.

"Conseguimos desenvolver uma solução completa que permitirá que conteúdo premium seja transmitido em formato stream (a computadores dotados de chips Sandy Bridge)", disse Eden em entrevista. "Estamos fechando os acordos (com os estúdios e distribuidores de conteúdo) para disponibilizar o recurso."

Os processadores, que começaram recentemente a serem embarcados para os fabricantes de computadores, são uma grande aposta em meio à economia fraca dos Estados Unidos e à demanda lenta dos consumidores por computadores pessoais.

Além de proteger estúdios contra a pirataria, os estúdios, que a Intel divulgará na feira Consumer Electronics Show, esta semana em Las Vegas, incluem processamento multimídia melhorado.

O Sandy Bridge, que será vendido com a marca Intel Core, pela primeira vez une processamento central e processamento gráfico numa mesma placa, o que o torna mais rápido e reduz seu consumo de energia, além de provavelmente tornar o dispositivo mais lucrativo para a companhia.

A Intel, cujos processadores acionam oito em cada 10 computadores mundiais, disse que as capacidades gráficas do Sandy Bridge são boas o bastante para os usuários casuais de videogames.

Embora os concorrentes discordem, Eden diz que o Sandy Bridge tornará desnecessárias as placas gráficas mais baratas instaladas em muitos computadores, o que poderia reduzir o custo para os fabricantes.

"Temos mais de 500 projetos de notebooks e computadores de mesa conquistados. Vocês verão muitos deles, de máquinas para uso múltiplo a grandes máquinas para videogames e notebooks", disse Eden.