Ação da Positivo dispara com rumor sobre controle; empresa nega

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011 14:52 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - As ações da Positivo Informática exibiam forte alta nesta segunda-feira, em meio a rumores no mercado sobre negociação sobre mudança em seu controle.

A ação da maior fabricante de computadores do Brasil, que em 2008 rejeitou uma oferta de aquisição da gigante chinesa Lenovo, exibia alta de 5,78 por cento às 14h34, desacelerando valorização registrada mais cedo de 7,9 por cento.

Reportagem da revista Isto É Dinheiro com o presidente da Lenovo afirma que a empresa não desistiu de comprar uma companhia no Brasil. A matéria complementa, sem citar fontes, que o principal alvo seria a Positivo.

Em 2009, o presidente-executivo da Lenovo, Yang Yuanqing, afirmou que a companhia estava "aberta" à compra de rivais no Brasil, se o preço fosse correto. O objetivo da companhia era triplicar sua fatia de mercado até 2014 e que a melhor forma de crescer na América Latina seria por meio de expansão no Brasil.

A Positivo publicou comunicado ao mercado afirmando "que tais rumores (sobre mudança no controle) não têm qualquer fundamento, uma vez que inexiste negociação em curso".

Segundo a analista Sandra Peres, da Coinvalores, o mercado estaria avaliando uma eventual volta das negociações entre as empresas.

"O mercado está apostando que possa haver alguma coisa entre Positivo e Lenovo. Não descarto essa possibilidade (...) Mas de um modo geral, o cenário para a Positivo não mudou: a empresa continua enfrentando concorrência muito forte e perda de margens", disse Peres.

(Por Alberto Alerigi Jr.)