Goldman Sachs vai excluir EUA de venda de ações do Facebook

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011 16:37 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - O Goldman Sachs decidiu limitar a oferta privada de ações do Facebook a investidores fora dos Estados Unidos. O banco cita "intensa cobertura da imprensa" como motivo para deixar investidores norte-americanos de fora da operação.

"À luz da intensa cobertura da imprensa, o Goldman Sachs decidiu proceder com a oferta apenas com investidores fora dos Estados Unidos", afirmou o banco em comunicado enviado à Reuters.

O Goldman começou a notificar seus clientes sobre a decisão na noite de domingo na Ásia e clientes na Europa e Estados Unidos estavam sendo informados nesta segunda-feira, publicou o Wall Street Journal, citando fontes próximas da situação.

O banco informou que a decisão de não conduzir a operação nos Estados Unidos é de sua própria responsabilidade e que não recebeu solicitação ou ordem de outra parte para isso.

(Por Illaina Jonas)