EUA acusam dois por invasão de iPads pela rede da AT&T

terça-feira, 18 de janeiro de 2011 14:11 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - Promotores dos Estados Unidos abriram processo criminal contra dois acusados de roubar endereços de email e outros dados pessoais de cerca de 120 mil usuários do iPad no país.

Daniel Spitler e Andrew Auernheimer foram acusados de fraude e conspiração para acesso a computador sem autorização, afirmaram os promotores.

As acusações surgiram a partir de uma invasão de servidores da AT&T no ano passado que teria afetado usuários do iPad que usam conexão de Internet sem fim provida pela operadora.

Advogados dos acusados não puderam ser imediatamente contatados.

As acusações foram feitas sete meses depois que um grupo chamado de Goatse Security ter dito que obteve acesso aos dados de usuários de iPad da AT&T, obtendo uma lista de endereços de email que também inclui celebridades, presidentes-executivos de empresas, políticos e autoridades sêniores do governo.

O grupo Goatse não retornou imediatamente pedidos de comentários sobre o caso.

A Apple lançou o iPad em abril passado. Analistas, em média, estimam que a companhia tenha vendido cerca de 5,5 milhões de unidades do aparelho no primeiro trimestre fiscal.

Porta-voz da AT&T Mark Siegel não quis comentar o assunto e a Apple não pode ser contatada imediatamente.

(Por Jonathan Stempel)