Apple substitui parafusos do iPhone 4-fontes

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011 09:53 BRST
 

Por Gabriel Madway

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Apple está atribuindo significado novo ao conceito de trancar um telefone com os novos parafusos que adotou.

Seguindo sua infame filosofia de manter controle absoluto sobre seus produtos, fontes informaram que as lojas da Apple nos Estados Unidos estão substituindo os parafusos de iPhones 4 levados a elas para assistência técnica por novo modelos que tornam difícil a qualquer um abrir o aparelho.

Kyle Wiens, presidente-executivo da iFixit, uma proeminente fornecedora de componentes e de assistência técnica para aparelhos da Apple, disse que o propósito dos novos parafusos é impedir que as pessoas abram o iPhone e substituam a bateria. Ele disse ter percebido em novembro que os parafusos estavam sendo substituídos.

"Se você levasse seu carro para a concessionária para uma revisão e eles soldassem o capô, você não ficaria contente," disse Wiens, comparando a situação aos parafusos que impedem proprietários de abrir seus iPhones.

A iFixit se tornou famosa no mundo da tecnologia por executar "desmontes" de produtos da Apple, muitas vezes horas ou mesmo minutos depois de seu lançamento oficial. A empresa promove o conceito de reparos em aparelhos eletrônicos a fim de reduzir o volume de lixo eletrônico encaminhado aos aterros sanitários.

De acordo com duas pessoas que conhecem a prática de perto, quando um cliente leva um iPhone 4 a uma loja da Apple nos EUA para conserto, a equipe de assistência técnica substitui os parafusos padrão Phillips com que o aparelho é produzido originalmente por parafusos do padrão "Pentalobe."

Os clientes não são informados da substituição, dizem essas pessoas.

Não está clara a escala de uso dos parafusos substitutos, mas uma das pessoas disse que a substituição havia começado no final do ano passado e agora é prática padrão nas lojas da Apple nos EUA. Essa pessoa disse que os iPhones 4 vendidos no Japão já eram distribuídos com parafusos Pentalobe.   Continuação...