Empresa apoiada pelo Google lança base de celular para viajantes

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 12:51 BRST
 

Por Tarmo Virki

HELSINKI (Reuters) - Uma empresa iniciante de tecnologia que conta com investimento do Google mostrou nesta quarta-feira a primeira estação pessoal para viajantes internacionais, que permitirá a redução do custo do roaming e telefonemas em celulares como se os usuários estivessem nos seus países de origem.

A Ubiquisys disse que a data da chegada dos aparelhos às mãos dos consumidores dependia das operadoras de telecomunicações, e que estava negociando com várias delas.

A estação base para redes de telecomunicações, que é conectada ao computador do viajante, é pouco maior que um smartphone, e necessita de uma conexão com a Internet.

A depender dos regulamentos locais, os viajantes teriam de acoplar o celular à estação, ou de estar no mesmo aposento que ela.

O novo aparelho, o attocell, foi projetado para uso com o Apple iPhone, mas também funciona com celulares dotados do sistema operacional Google Android e com o Blackberry, da Research in Motion, e aparelhos da Nokia.

A Ubiquisys é uma das principais companhias do novo mercado de femtocells --pequenas estações internas, de baixo consumo de energia, para redes de telefonia móvel 3G--, o que permite que as operadoras que enfrentam limitações em sua capacidade de redes melhorem sua cobertura em espaços fechados a um custo muito menor.

Muitos analistas do setor esperam que o mercado dispare nos próximos anos, com a ajuda da queda nos preços, e que seu movimento supere o bilhão de dólares dentro de dois ou três anos.

Além da Ubiquisys, grandes empresas de tecnologia como Cisco, Samsung Electronics, Alcatel-Lucent e Huawei produzem femtocells.

Os aparelhos são conectados à conexão de Internet banda larga de um cliente, por exemplo uma estação base de rede sem fio, e permitem que os usuários façam telefonemas ou utilizem serviços de dados com seus celulares 3G comuns.

Além do Google, os investidores na Ubiquisys incluem Accel Partners, Advent Venture Partners, Atlas Venture, o fundo de capital para empreendimentos da T-Mobile, SerComm e UMC Capital.