Intel recebe aprovação da UE para aquisição da McAfee

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 16:49 BRST
 

Por Foo Yun Chee

BRUXELAS (Reuters) - A Intel superou mais um obstáculo no caminho para fechar a compra da empresa de segurança de dados McAfee nesta quarta-feira, após reguladores da União Europeia aprovarem o acordo de 7,68 bilhões de dólares, sob a condição de que a Intel permita que empresas rivais tenham acesso à suas tecnologias.

A companhia, maior fabricante de chips do mundo, afirmou que espera agora poder completar a aquisição, que visa melhorar a segurança em aparelhos conectados à Internet, antes do fim do primeiro trimestre.

A Intel já havia conquistado a aprovação da Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos em 21 de dezembro para a aquisição da McAfee, que é a segunda maior fabricante de softwares de segurança do mundo depois da Symantec. É a maior operação do tipo já feita pela Intel.

A decisão da Comissão Europeia, braço regulador da UE, confirmou informação veiculada pela Reuters no dia 20 de janeiro.

"Os compromissos da Intel foram uma decisão acertada, uma vez que permitem preservar tanto a concorrência quanto os efeitos benéficos da fusão", disse o comissário de competição da UE Joaquin Almunia em declaração feita nesta quarta-feira.

A Intel concordou em assegurar que empresas de segurança rivais tenham acesso a todas as informações necessárias para que seus produtos operem com chips microprocessadores e unidades processadoras centrais da Intel, afirmou a Comissão.

A empresa também se comprometeu a não bloquear ativamente a operação dos produtos de segurança de rivais. Isso evitará que a operação de produtos McAfee seja prejudicada em PCs que não usem produtos Intel.