América Móvil deve divulgar lucro de US$2 bi por 4o trimestre

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011 18:38 BRST
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A América Móvil, do bilionário mexicano Carlos Slim e uma das maiores companhias de telecomunicações do mundo, deve divulgar lucro líquido de 2,03 bilhões de dólares para o quarto trimestre, após ter consolidado empresas do grupo.

No ano passado, Slim unificou seus ativos de telefonia móvel, fixa e cabo na América Latina, nos Estados Unidos e no Caribe sob o guarda-chuva da América Móvil, para melhorar a eficiência dos negócios e continuar à frente de sua rival mais próxima na região, a espanhola Telefónica.

No Brasil, a América Móvil é dona da operadora móvel Claro. Além disso, a Telmex, sua controlada, é maior acionista no Brasil da empresa de telefonia Embratel e da operadora de TV paga Net.

A média das estimativas de oito analistas obtidas pela Reuters aponta para lucro da América Móvil no quarto trimestre de 24,954 bilhões de pesos.

A comparação do resultado com o quarto trimestre de 2009 é difícil devido justamente à consolidação dos negócios do conglomerado. Naquela ocasião, cada empresa de Slim divulgava um balanço.

Em junho do ano passado, a América Móvil comprou a maior operadora de telefonia fica do México, a Telmex, e a Telmex Internacional, ampliando sua receita em cerca de um terço.

A receita do quarto trimestre deve totalizar 158,621 bilhões de pesos.

O Ebitda --sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação-- deve atingir 63,697 bilhões de pesos.

A companhia provavelmente adicionou 7 milhões de clientes a sua base no quarto trimestre.