Palm, da HP, vai revelar tablet mas terá desafios à frente

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011 10:02 BRST
 

Por Gabriel Madway

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - É a pergunta de 1,2 bilhão de dólares: o que a nova divisão Palm, da Hewlett-Packard, está preparando para o mercado de computadores tablet?

Investidores e consumidores provavelmente receberão uma resposta na quarta-feira, quando a HP planeja exibir seu primeiro aparelho para o mercado de tablets, bem como novos modelos de celulares inteligentes.

A HP apostou pesado no evento, que demonstrará o novo sistema operacional webOS para aparelhos móveis, o ativo mais valioso que a empresa adquiriu ao assumir o controle da Palm por 1,2 bilhão de dólares na metade do ano passado. A HP planeja utilizar o webOS em diversos produtos de sua linha.

Analistas concordam que a plataforma de software da Palm é eficiente, mas alertam que isso não é garantia de sucesso. A HP está chegando tarde ao mercado de tablets dominado pelo iPad da Apple e repleto de concorrentes acionados pelo sistema operacional Google Android.

"Tenho confiança que eles mostrarão um produto de qualidade, mas teremos de esperar para saber se conseguirão criar grande impacto depois de chegarem ao mercado tão tarde assim", disse Michael Holt, analista da Morningstar. "No entanto, essa é uma estratégia melhor do que simplesmente lançar mais um produto acionado pelo Android."

A HP enfrenta situação semelhante nos celulares inteligentes, mercado no qual Apple, Android e BlackBerry, da Research in Motion; reinam.

O webOS recebeu críticas positivas ao ser lançado, em 2009. Mas o primeiro aparelho acionado por ele, o celular inteligente Palm Pre, foi prejudicado por uma campanha de marketing ineficiente e não conquistou popularidade entre os consumidores.

Já que vendas de mais de 50 milhões de tablets foram projetadas para este ano, a HP não pode se deixar ficar ainda mais para trás, afirmam analistas.

Enquanto isso, a Apple está se preparando para lançar a segunda geração do iPad, talvez já este mês, enquanto o Motorola Xoom e o RIM Playbook, ambos bem recebidos pela crítica, chegarão ao mercado dentro de poucas semanas.