Facebook contrata executivo do Google para América Latina

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011 17:38 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A guerra por talentos entre Facebook e Google se expandiu para a América Latina, com a contratação do responsável pela operação latino-americana do serviço de buscas pela maior rede social do mundo.

O Facebook anunciou nesta segunda-feira a contratação do vice-presidente para América Latina do Google, Alexandre Hohagen, que ingressou na companhia pouco depois da abertura de um escritório próprio da empresa no Brasil, em 2005.

Procurado, um representante do Google confirmou a informação e informou que o executivo tomou a decisão de deixar a empresa na semana passada. Um substituto para o posto de Hohagen ainda não foi indicado.

Segundo o Facebook, que não tem escritório próprio no Brasil, Hohagen deve iniciar suas atividades na rede social em 22 de fevereiro. Ele vai começar a trabalhar na sede da empresa, em Palo Alto, nos Estados Unidos, e depois ficará baseado no Brasil, onde começará a montar uma equipe local.

No Facebook, Hohagen será vice-presidente de vendas para a América Latina. A assessoria de imprensa da rede social no Brasil informou que não há previsão para abertura de escritório no país.

"A América Latina é um espaço sofisticado de marketing online, por isso estamos animados por contarmos com o Alexandre para construir e liderar a equipe local para ajudar estas empresas a se conectarem com seus clientes e ter sucesso no Facebook", afirmou em comunicado Blake Chandlee, vice-presidente e diretor comercial para Ásia-Pacífico, América Latina e Mercados Emergentes do Facebook.

Em setembro, o vice-presidente de Finanças do Google afirmou que a indústria da Internet estava atravessando uma "guerra por talentos". A empresa tinha em novembro mais de 2 mil vagas em aberto, quase seis vezes o número de posições em aberto um ano antes e anunciou que aumentaria os salários em 10 por cento em 2011.

A disputa acontece no momento em que o segmento de redes sociais explode em popularidade e começa a transformar o equilíbrio de poder na indústria da Internet, com uma nova geração de companhias, como Facebook e Twitter, exercendo forte influência sobre engenheiros e gerentes de produto do Vale do Silício.

(Por Alberto Alerigi Jr.)