RIM terá versões do PlayBook para redes rápidas LTE e HSPA+

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011 10:46 BRST
 

Por Alastair Sharp

TORONTO (Reuters) - A Research in Motion, fabricante do celular inteligente BlackBerry, lançará seu tablet Playbook em versões para dois outros padrões de rede sem fio de alta velocidade no segundo semestre de 2011, anunciou a empresa.

A decisão de oferecer o Playbook em versões compatíveis com as tecnolgias LTE e HSPA+ garante acesso às mais avançadas redes de dados sem fio do mundo, incluindo todas as operadoras de telefonia móvel da América do Norte.

A primeira versão do Playbook, com WiFi e Bluetooth mas sem conexão com rede celular, vai sair em março e a operadora de telefonia móvel norte-americana Sprint Nextel vai lançar uma versão do aparelho para sua rede WiMAX a partir da metade do ano.

Mas alguns analistas estão impacientes diante do cronograma da RIM para o PlayBook, que foi anunciado em setembro e ingressará em um mercado crescente, mas já dominado pelo Apple iPad. O produto da RIM vai concorrer por atenção com tablets de rivais como Samsung, Motorola Mobility e Hewlett-Packard.

"É como muitas das coisas sobre o PlayBook: temos de começar a vê-las, é preciso levá-las ao mercado", disse Colin Gillis, analista da BGC Partners. "Houve mais conversa que produto. Quando o aparelho tiver saído, o iPad 2 já estará à venda."

A versão WiFi do PlayBook poderá se conectar ao BlackBerry existente do usuário e obter acesso aos dados do aparelho e sua conexão sem fio, mas isso pode dar às operadoras pouco incentivo para subsidiarem ou venderem o PlayBook agressivamente.

As redes High Speed Packet Access (HSPA+) são usadas por AT&T e T-Mobile nos Estados Unidos e pela Rogers, BCE e Telus no Canadá. As redes Long Term Evolution (LTE) são um padrão totalmente IP que a Verizon Wireless e outras operadoras começam a empregar.

Ambas as tecnologias foram concebidas para transportar grandes volumes de dados, o que é necessário para streams de vídeo e downloads de arquivos volumosos em velocidades rápidas.

A RIM também anunciou ainda a aquisição da Gist, uma empresa de redes sociais empresariais, por montante não revelado, para tentar reforçar sua posição diante da Apple, do Google Android e da parceria recentemente anunciada entre Nokia e Microsoft, no competitivo mercado de telecomunicações móveis.