ARM ganha impulso com salto nas vendas de smartphones

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011 15:54 BRST
 

Por Tarmo Virki

BARCELONA (Reuters) - A projetista britânica de chips ARM prevê que sua receita de royalties será impulsionada pela rápida adoção pela indústria de seus designs de processadores com mais de um núcleo, que equipam muitos dos smartphones exibidos na Mobile World Congress, feira de tecnologia móvel que acontece esta semana em Barcelona.

"Não estamos surpresos com a rapidez dos lançamentos", afirmou à Reuters o presidente-executivo da ARM, Warren East, durante o evento. "Como os aparelhos têm maior número de funcionalidades, estamos agregando mais valor aos produtos e com isso esperamos receber pagamentos maiores."

A ARM vende a arquitetura de seus processadores para fabricantes de chips como Broadcom, Renesas e Samsung. A empresa cobra uma taxa de licenciamento e royalties sobre cada chip distribuído com sua tecnologia.

Os projetos de processadores da empresa são aplicados em praticamente todos os celulares do mundo, incluindo o novo Optimus 3D, da LG, e o Galaxy S II, da Samsung, que usam chips Cortex de dois núcleos da ARM. Tablets e microcontroladores de vários tipos de produtos, de brinquedos a esteiras de corrida, também usam chips com arquitetura da ARM.

Do preço de venda, a ARM recebe até 2 por cento, contra 1 por cento por chips mais antigos.

East afirmou que projetos de processadores mais antigos estão sendo adotados em bilhões de produtos eletrônicos. A ARM também está superando a rival maior Intel na batalha pelo mercado de tablets, uma categoria que mal existia antes do lançamento do iPad, da Apple. A empresa também recebeu impulso da Microsoft em janeiro, quando a empresa de software decidiu suportar os processadores da ARM.