Oi faz aumentos de capital para acomodar Portugal Telecom

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 08:14 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O grupo de telecomunicações Oi anunciou nesta segunda-feira operações de aumento de capital, previstas na parceria estratégica da companhia com a Portugal Telecom.

A Tele Norte Leste Participações vai emitir até 126.218.801 novas ações ordinárias e 252.437.601 novos papéis preferenciais.

Os preços são de 38,55 reais por ação ON e 28,27 reais por papel PN. Com isso, a operação pode movimentar aproximadamente 12 bilhões de reais.

Na sexta-feira, as ações fecharam cotadas a 36,06 reais e 27 reais, respectivamente.

A Telemar Participações, que detém 53,69 por cento do capital votante da Tele Norte Leste vai subscrever um mínimo 1,36 bilhão de reais, mas dependendo do nível de exercício do direito de preferência dos acionistas minoritários poderá subscrever até 2,25 bilhões de reais. O direito pode ser exercido até 24 de março.

Segundo a companhia, cada ação ON ou PN dá direito à subscrição de 0,966366 nova ação da mesma classe.

Já a Telemar Norte Leste, que na complexa cadeia societária do grupo Oi está acima das empresas operacionais como a de telefonia celular, fará aumento de capital também de cerca de 12 bilhões de reais, com emissão de até 95.159.514 novas ações ordinárias e de até 117.117.560 preferenciais.

O preço de cada novo papel é de 63,71 reais para a ação ON e 50,71 reais para a PN. Na sexta-feira, a ação ordinária encerrou a 65 reais, enquanto o papel preferencial fechou a 50,60 reais.

A Tele Norte Leste Participações, que detém 97,35 por cento do capital votante, vai subscrever um mínimo de 2,96 bilhões de reais, mas dependendo do exercício de preferência dos acionistas minoritários poderá se comprometer com até 10,35 bilhões de reais.

A relação de subscrição das ações é de 0,888817 para cada classe de papel e o prazo para o exercício do direito de preferência vence também em 24 de março.

(Por Alberto Alerigi Jr.)