SAP quer reduzir indenização à Oracle em processo de copyright

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 17:11 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - A norte-americana Oracle não deve receber mais de 408,7 milhões de dólares pelas infrações de direitos autorais cometidas por uma subsidiária da alemã SAP, afirmou a companhia europeia em documento entregue à Justiça no fim da quarta-feira.

Em novembro, um júri no norte da Califórnia definiu que a Oracle deveria receber 1,3 bilhão de dólares pelas acusações contra a subsidiária da SAP, TomorrowNow. A empresa teria feito download de milhões de arquivos da Oracle.

Em julgamento, a SAP admitiu a culpa, mas argumentou que não deveria pagar mais de 40 milhões de dólares.

Na quarta-feira, a SAP disse que o veredicto de 1,3 bilhão de dólares conflita com a lei dos direitos autorais e é fundamentado em meras especulações.

"O veredicto não se sustenta", escreveram advogados da SAP em documento entregue à corte.

A Oracle disse em um documento subsequente que o veredicto de 1,3 bilhão de dólares é "amplamente sustentado pelas evidências".

A SAP exigiu que o juiz Phyllis Hamilton altere sua decisão com base em uma outra metodologia de danos autorais. No julgamento, especialistas da SAP estimaram os danos, segundo a nova metodologia, em 28 milhões de dólares, enquanto os da Oracle calculam o valor em 408,7 milhões de dólares.

(Reportagem de Dan Levine)