CEO do Groupon diz que vendas se multiplicaram por 20 em 2010

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011 19:23 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O site de compras coletivas Groupon multiplicou sua receita em 20 vezes no ano de 2010 e espera obter bilhões de dólares este ano, citou o Wall Street Journal a partir de um comunicado interno com falas do presidente-executivo da empresa.

Mas o presidente-executivo Andrew Mason alertou que o site, líder no mercado de compras coletivas online, enfrenta competição intensa de "clones" e por isso pode acabar sendo derrotado pela concorrência.

O Grupon, fundado há dois anos e que já conversa com bancos sobre uma oferta pública inicial de ações e, segundo fontes, já recusou uma oferta antecipada de 5 bilhões de dólares do Google --obteve crescimento fenomenal. No comunicado citado pelo jornal, Mason afirma que a receita saltou de 33 milhões de dólares em 2009 para 760 milhões de dólares em 2010.

Mais de um terço das vendas do ano passado vieram de fora dos Estados Unidos.

"Em um ano, ou estaremos em nosso caminho para nos tornarmos uma das grandes marcas de tecnologia que definem nossa geração, ou então seremos somente uma ideia legal, representada por pessoas que foram superadas e cuja inovação foi ultrapassada por outros, mais espertos e esforçados", escreveu Mason, de acordo com o jornal.

Mas a competição está se intensificando, com concorrentes como o Living Social tendo expansão no mesmo mercado e uma variedade de sites similares surgindo globalmente, podendo se especializar em compras para nichos de mercado.

Recentemente, o Groupon recebeu 950 milhões de dólares em rodadas de investimento, preparando o caminho para uma oferta pública de ações que, segundo fontes, pode ser uma das maiores de 2011 entre empresas de tecnologia.

(Reportagem de Edwin Chan)