Amazon.com pode cortar relações com afiliadas na Califórnia

quarta-feira, 2 de março de 2011 17:01 BRT
 

BANGALORE (Reuters) - A varejista online norte-americana Amazon.com disse que pode terminar seu relacionamento com mais de 10 mil afiliadas na Califórnia, citando uma disputa a respeito das tributos sobre vendas na Internet com o Estado.

As afiliadas da Amazon.com recebem pagamento quando direcionam para o site tráfego que resulta em vendas.

Elas estão em meio a uma batalha entre a varejista e diversos Estados nos Estados Unidos que afirmam que a Amazon.com deve recolher impostos sobre a venda quando as afiliadas operam nesses locais.

O vice-presidente de relacionamento global da Amazon.com, Paul Misener, disse em uma carta em 24 de fevereiro ao Conselho de Equalização do Estado da Califórnia que a varejista se opôs ao novo esquema de coleta de impostos proposto pelo Estado.

"Legislações similares em outros Estados norte-americanos têm, de uma forma contraprodutiva, levado à perdas de postos de trabalho e à diminuição do lucro, assim como pouca, ou até nenhuma, nova arrecadação de impostos", disse Misener.

A Amazon.com tem sido alvo de ataques motivados pela coleta de impostos num momento em que Estados norte-americanos enfrentam déficits orçamentários.

Em outubro, a Amazon.com disse que o Estado do Texas enviou para a empresa uma conta de 269 milhões de dólares por tributos não coletados em vendas feitas a texanos pelo site da varejista.

(Reportagem de Sakthi Prasad)