Barnes & Noble encerra processo sobre leitor eletrônico Nook

quarta-feira, 2 de março de 2011 17:17 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A Barnes & Noble encerrou um processo no qual era acusada pela Spring Design de cópia ilegal do design de uma tela, para uso em seu popular leitor eletrônico Nook.

Sob os termos do acordo, a Spring garantiu à Barnes & Noble uma licença não exclusiva para todas as suas patentes e patentes de aplicações. Outros termos do acordo não foram divulgados.

Em sua queixa, entregue em novembro de 2009, a Spring Design afirmou ter mostrado para a Barnes & Noble o design de seu leitor eletrônico de duas telas, chamado Alex, quando as companhias conversaram sobre uma possível parceria.

A empresa afirmou que, mais tarde, a Barnes & Noble incorporou recursos do Alex ao seu Nook, quebrando um acordo de sigilo. Uma das telas do Nook é usada para a leitura e a outra para navegar na Internet.

A Barnes & Noble, que têm visto um encolhimento em suas vendas de livros em suas lojas próprias por anos, lançou a primeira versão do Nook em 2009 para competir com a Amazon, líder no mercado de leitores eletrônicos. Na semana passada, a Barnes & Noble divulgou que detém 25 por cento desse mercado.

(Reportagem de Phil Wahba)