Acordo entre Western Digital e Hitachi cria gigante de dados

quarta-feira, 9 de março de 2011 11:48 BRT
 

Por Supantha Mukherjee e Kentaro Hamada

BANGALORE/TÓQUIO (Reuters) - A aquisição da divisão de discos rígidos da Hitachi pela Western Digital, por 4,3 bilhões de dólares, vai pôr fim a uma guerra de preços que vem reduzindo as margens de lucros do segmento e criar uma líder mundial dotada dos recursos necessários para desenvolver tecnologias de armazenagem de dados de próxima geração.

A maior transação realizada no setor de tecnologia até agora este ano coroa anos de consolidação em um setor pressionado por uma redução persistente no crescimento de vendas e que enfrenta ameaça no longo prazo de aparelhos sem fios como iPad da Apple.

A operação entre a segunda e a terceira maiores companhias do setor reduzirá a capacidade excedente de produção da indústria ajudando a conter queda nos preços dos produtos.

"A Hitachi era em larga medida considerada como a dissidente em termos de preços, e devido a uma falta de disciplina na formação de preços criou um ambiente muito negativo para a lucratividade do setor"m disse Ashok Kumar, analista da Rodman and Renfrew.

A Western Digital e a Seagate vêm enfrentando dificuldade para se adaptar a um futuro no qual menos consumidores usarão laptops. Os flash drives, ou solid state drives (SSD), consomem menos energia e são mais rápidos, e muitos os veem como o futuro do setor de discos rígidos.

Eles vêm sendo cada vez mais usados em laptops e computadores tablet, como o iPad. Em março, a empresa de pesquisa Garner reduziu em mais de cinco pontos percentuais sua previsão de crescimento para o mercado de computadores em 2011, a 10,5 por cento. A iSuppli estima que os embarques mundiais de discos rígidos cairão em mais de quatro por cento no trimestre em curso.

A Hitachi formou parceria com a Intel que lhe permite acesso à tecnologia flash NAND da fabricante de chips -o que será vantagem para a Western Digital em um setor no qual as exigências de capital são pesados. Executivos informaram em teleconferência que estavam decididos a manter o relacionamento da empresa com a Intel.

"A tecnologia SSD será uma parte importante da estratégia combinada da nova entidade", disse o presidente-executivo da Hitachi GST, Steve Milligan.

Cada vez mais usados em smartphones, a armazenagem em drives flash é tida como 5 a 10 vezes mais cara que drives tradicionais, mas as líderes de mercado Samsung Electronics, Toshiba, SanDisk e Intel estão investindo bilhões de dólares para ampliar produção.

 
<p>O presidente da Hitachi, Hiroaki Nakanishi, fala em coletiva de imprensa em T&oacute;quio, em abril de 2010. Ap&oacute;s vender sua unidade de discos r&iacute;gidos &agrave; Western Digital, a japonesa passar&aacute; a deter 10 por cento da companhia norte-americana. 06/04/2010 REUTERS/Yuriko Nakao</p>