Falsários aproveitam-se de alvoroço em torno do Facebook

terça-feira, 15 de março de 2011 19:40 BRT
 

Por John McCrank

TORONTO (Reuters) - A grande popularidade do Facebook e de outros sites de mídia social originaram um tipo de indústria de falsários, que prometem a investidores uma chance de lucrar adquirindo antecipadamente ações desse tipo de empresa que ainda não foi listada em bolsa de valores.

Embora a venda de ações antes da oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) esteja realmente ocorrendo, investidores devem ficar alertas, pois indivíduos que fazem tentativas de agenciá-los podem estar cometendo fraudes, afirmou a Autoridade Reguladora da Indústria Financeira dos Estados Unidos (Finra, na sigla em inglês) nesta terça-feira.

"Investidores precisam entender que é extremamente raro e improvável que o investidor médio tenha acesso a ações desse tipo de companhia de mídias sociais antes que elas sejam comercializadas publicamente, se é que elas serão", afirmou o vice-presidente para ações educativas a investidores da Finra, Gerri Walsh.

Uma simples busca na Internet revela vídeos do YouTube dizendo a investidores como é possível comprar participação em companhias de mídias sociais em oportunidades supostamente animadoras, assim como blogs dedicados a papéis não registrados em bolsa ou sem registro no mercado.

(Reportagem adicional de Sarah Lynch em Washington)