Elop diz que trabalho em celular Nokia Windows já começou

sexta-feira, 18 de março de 2011 11:59 BRT
 

Por Georgina Prodhan

LONDRES (Reuters) - O presidente-executivo da Nokia, Stephen Elop, afirmou nesta sexta-feira que o trabalho nos primeiros celulares inteligentes da companhia que serão equipados com o sistema da Microsoft já começou, após a parceria anunciada entre as empresas no mês passado.

Elop foi contratado no ano passado para salvar a Nokia da crescente perda de importância da empresa no segmento de preço mais alto do mercado de celulares e está sob imensa pressão para apresentar resultados com a parceria que implementou.

O executivo deixou a Microsoft em setembro para dirigir a Nokia e disse que não via motivos para as especulações de que a Microsoft poderia tentar adquirir a companhia finlandesa.

"Não estou ciente de qualquer interesse estratégico da Microsoft pelo restante de nossos negócios", afirmou. "Na medida em que a parceria que temos foi formada em torno da porção de nossas atividades que realmente os interessa, o que uma aquisição lhes daria a não ser um ano de investigações antitruste, atrasos e grandes dificuldades?", disse o executivo.

Cerca de metade das receitas da Nokia com celulares vem dos modelos mais básicos, que são populares nos mercados emergentes. A empresa vem enfrentando problemas para estabelecer sua marca nos Estados Unidos, especialmente depois que a Apple lançou o iPhone.

A Nokia também chegou a considerar uma parceria com o Google, mas rejeitou a ideia porque seria difícil diferenciar seus celulares da multidão de outros aparelhos equipados com o sistema operacional Android e fabricados por empresas como Samsung Electronics e HTC.

O presidente do conselho da Nokia anunciou que celulares Nokia equipados com o Windows chegariam ao mercado em 2012, embora Elop tenha dito que planeja produzir um modelo Windows ainda este ano.

"No momento já temos pessoas trabalhando nos primeiros celulares Nokia com o Windows Phone. O trabalho já está em curso. Se o cenário envolvesse uma aquisição, isso não seria possível", disse Elop.

O acordo entre Nokia e Microsoft ainda não concluído, e Elop disse que espera que isso aconteça dentro de dois meses.