Telefónica paga R$1,27 bi por ações ordinárias da Vivo

sexta-feira, 18 de março de 2011 17:57 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A espanhola Telefónica conseguiu comprar quase 70 por cento das ações ordinárias da Vivo que estavam nas mãos de minoritários, com desembolso de 1,27 bilhão de reais, segundo informações da bolsa paulista.

O leilão promovido na Bovespa nesta sexta-feira teve adesão de 10,63 milhões de ações com direito a voto da maior operadora móvel do Brasil, de um total de 15,22 milhões de papéis que eram alvo da Oferta Pública de Aquisição (OPA).

Cada ação foi negociada ao preço de 118,97 reais. Os sócios minoritários que optaram por manter seus papéis viram a queda do preço após o leilão. Às 16h39, as ordinárias da Vivo perdiam 4,76 por cento, a 110 reais, com reduzido giro financeiro e número de negócios.

A operação sucede a compra da participação, pela Telefónica, da Portugal Telecom na Brasilcel, holding de controle da Vivo. O grupo espanhol pagou 7,5 bilhões de euros pela metade que não tinha da Brasilcel.

A Telefónica já informou que planeja que a Vivo seja incorporada pela Telesp, operadora de telefonia fixa em São Paulo também sob controle do grupo espanhol.

A expectativa é de sinergias de 3,3 bilhões a 4,2 bilhões de euros com a união de Vivo e Telesp, que juntas formarão a maior empresa de telecomunicações em receita, com oferta integrada de serviços de telefonia fixa e móvel, banda larga e TV por assinatura.

(Reportagem de Cesar Bianconi)