Microsoft processa Barnes & Noble por leitor eletrônico

segunda-feira, 21 de março de 2011 17:50 BRT
 

SEATTLE (Reuters) - A Microsoft ajuizou um processo contra a rede de livrarias norte-americana Barnes & Noble nesta segunda-feira por quebra de patentes com o leitor eletrônico Nook, expandindo a batalha legal da empresa contra aparelhos que utilizam o sistema operacional do Google, o Android.

A Microsoft, que já processou a Motorola por seus smartphones com o Android, afirmou que os leitores eletrônicos da Barnes & Noble infringem uma série de patentes da Microsoft com o software usado para alternar as telas, navegar na Internet e interagir com livros eletrônicos.

Em processos entregues ao tribunal federal de Seattle e à Comissão Internacional de Comércio (ITC, na sigla em inglês), a Microsoft também acusou as fabricantes dos aparelhos, a Foxconn e a Inventec de quebra de patente.

"Tentamos ao longo de um ano chegar a acordos sobre as licenças com a Barnes & Noble, a Foxconn e a Inventec. Sua recusa em aceitar as licenças não nos deixou outra opção senão usar ações legais para defender nossas inovações", afirmou o vice-conselheiro de propriedade intelectual e licenciamento da Microsoft, Horacio Gutierrez, em comunicado.

A Barnes & Noble afirmou que sua política é de não comentar assuntos em litígio. A Foxconn e a Inventec não foram localizadas imediatamente para comentar o assunto.

(Reportagem de Bill Rigby)