Adobe reduz previsão de receita no 2o tri por terremoto no Japão

terça-feira, 22 de março de 2011 19:00 BRT
 

(Reuters) - A empresa de software Adobe reportou lucro no primeiro trimestre acima das expectativas de Wall Street, mas reduziu sua projeção de receita no segundo trimestre em 50 milhões de dólares, citando a incerteza do ambiente de negócios no Japão após o terremoto.

"O Japão é o segundo país mais importante para nossa receita e março é, normalmente, o mês que mais contribui para a receita anual devido aos gastos com o fim do ano fiscal", afirmou o vice-presidente financeiro da Adobe, Mark Garrett, em comunicado.

O Japão foi responsável por 13 por cento das vendas da Adobe em 2010.

A Adobe prevê lucro no atual trimestre fiscal, excluindo itens extraordinários, de 0,47 a 0,54 dólar por ação, com receita de 970 milhões a 1,02 bilhão de dólares.

Analistas esperavam lucro de 0,56 dólar por ação para o segundo trimestre, excluindo itens extraordinários, e 1,03 bilhão de dólares de receita, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

No primeiro trimestre fiscal, a Adobe lucrou 0,58 dólar por ação, excluindo itens extraordinários, e obteve receita de 1,03 bilhão de dólares. Analistas esperavam lucro de 0,57 dólar por ação e receita de 1,03 bilhão.

Mais de 10 dias depois do terremoto no Japão, muitas fabricantes de eletrônicos estão se esforçando para retomar o ritmo de produção enquanto enfrentam falta de energia, infraestrutura danificada e escassez de componentes.

Grandes companhias norte-americanas como a HP e a Dell estão avaliando o impacto do desastre no país asiático em seus negócios.

(Reportagem de Supantha Mukherjee)