Oracle sinaliza forte demanda por tecnologia

quinta-feira, 24 de março de 2011 19:49 BRT
 

Por Bill Rigby

SEATTLE (Reuters) - A Oracle projetou uma alta de 4 a 14 por cento nas vendas de novos softwares no atual trimestre e elevou seus dividendos em 20 por cento, alimentando esperanças de que os gastos globais com produtos de tecnologia permanecem intactos.

A fabricante de software corporativo dirigida pelo bilionário Larry Ellison novamente reportou resultados trimestrais e projeções que superaram as expectativas de Wall Street, motivando alta de 3 por cento de suas ações.

Novas vendas de licenças de software, que geram contratos de manutenção de altas margens e são um bom indício de lucros futuros, saltaram 29 por cento no terceiro trimestre fiscal, para 2,2 bilhões de dólares, acima do que muitos analistas haviam esperado.

A Oracle, que entrou no ano passado no segmento de hardware para servidores com a compra da Sun Microsystems, reporta lucros um mês antes das concorrentes e é observada de perto por revelar as condições do mercado.

Seus resultados mostraram novos dados sobre a curva crescente dos gastos com tecnologia. A Oracle compete com HP e IBM para liderar a próxima revolução em computação em nuvem e data centers.

A Oracle reportou um salto de 37 por cento na receita do terceiro trimestre fiscal, para 8,8 bilhões de dólares, superando as previsões de Wall Street de 8,7 bilhões de dólares.

Excluindo itens extraordinários, ela lucrou 2,8 bilhões de dólares, comparado com 1,9 bilhão de dólares no mesmo trimestre do ano anterior. O lucro por ação, nessa base, foi de 0,54 dólar por ação, contra expectativa de analistas de 0,50 dólar por ação.

A companhia elevou seu dividendo trimestral de 0,05 para 0,06 dólar.