Nokia abre novo processo contra a Apple nos Estados Unidos

terça-feira, 29 de março de 2011 16:31 BRT
 

Por Tarmo Virki

HELSINQUE (Reuters) - A Nokia apresentou nesta terça-feira mais um queixa à Comissão de Comércio Internacional (ITC) dos Estados Unidos, alegando que a rival Apple viola suas patentes com o iPhone, iPad e outros produtos.

Na última sexta-feira Apple venceu um round em sua guerra de patentes com a Nokia, quando a ITC determinou que a companhia norte-americana não havia violado qualquer das cinco patentes da Nokia sobre as quais havia queixas.

A Nokia afirmou que não concorda com a determinação inicial da ITC e que está aguardando para ler os detalhes completos da decisão antes de decidir o que fará a seguir quanto ao caso.

"Há claros sinais de frustração, perceptíveis no anúncio da Nokia... mas, acima de tudo, a empresa está enviando uma mensagem forte e clara de que, no final dessa batalha épica, a Apple terá de pagar royalties ao grupo finlandês", disse Florian Mueller, um especialista independente que mantém um blog sobre disputas de patentes.

Batalhas judiciais vêm se tornando cada vez mais comuns no setor de celulares depois que Apple e Google conquistaram grande participação no mercado de celulares inteligentes, lucrativo e em rápida expansão, em detrimento dos concorrentes mais antigos.

"Isso não só coloca em destaque a importância e complexidade das questões de propriedade intelectual na tecnologia móvel como deixa claro que é improvável que surja acordo rápido", disse Geoff Blaber, analista na consultoria britânica CCS Insight.

Na terça-feira, a Nokia apresentou nova queixa quanto a sete patentes nas áreas de sistemas operacionais multitarefas, sincronização de dados, posicionamento, qualidade de chamada e uso de acessórios Bluetooth.

"Nossa mais recente queixa à ITC significa que temos 46 patentes da Nokia em processos contra a Apple, muitas das quais obtidas mais de 10 anos antes que a Apple fabricasse seu primeiro iPhone", afirmou Paul Melin, vice-presidente de propriedade intelectual da Nokia, em comunicado.