Ações do Google recuam por temor sobre investigação da FTC

terça-feira, 5 de abril de 2011 16:39 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - As ações do Google caíam cerca de 3,65 por cento às 16h35 horas nesta terça-feira depois de uma notícia da Bloomberg revelar que a Comissão Federal de Comércio (FTC) dos Estados Unidos considera uma investigação antitruste quanto ao domínio do Google sobre o setor de buscas na Internet.

A potencial investigação nos Estados Unidos, que se somaria a outra sendo realizada na Europa, evidencia os crescentes riscos operacionais que o Google enfrenta, afirmou o analista Colin Gillins, da BGC Partners.

"O Google está definitivamente na mira o órgão regulador", afirmou.

Antes de decidir se lançará ou não a investigação, a FTC está esperando que o Departamento de Justiça defina se contestará ou não a aquisição da ITA Software, uma empresa de emissão de passagens aéreas que o Google comprou por 700 milhões de dólares, afirmou a Bloomberg, citando fontes.

As notícias sobre a possível investigação chegam um dia depois de o co-fundador do Google, Larry Page, assumir definitivamente a presidência-executiva, ocupada por Eric Schmidt por uma década.

Schmidt agora é presidente do conselho da empresa e seu trabalho estará focado nas relações com o governo, entre outras funções.

O primeiro dia de Page no cargo foi marcado pela renúncia do vice-presidente de gestão de produtos Jonathan Rosenberg.

Kim Yun, analista da Gleacher & Company, afirmou que a incerteza sobre o novo governo corporativo do Google e as preocupações antitruste estão pressionando o preço das ações.

"E as notícias negativas por aí não ajudam", afirmou.

(Reportagem de Alexei Oreskovic e Maria Aspan)