HP processa ex-executivo da Oracle

quinta-feira, 7 de abril de 2011 11:52 BRT
 

SEATTLE (Reuters) - A Hewlett-Packard abriu na quarta-feira processo contra um antigo executivo de primeiro escalão que trocou a companhia pela rival Oracle, a fim de impedi-lo de entregar à concorrente centenas de documentos que alega roubados da companhia.

A HP alega que Adam Jones, ex-diretor de vendas empresariais para a Ásia, roubou documentos e e-mails armazenados em um aparelho USB que continha informação exclusiva e valiosa sobre produtos e clientes da empresa.

A HP afirma no processo que estava a ponto de demitir Jones em fevereiro depois de uma investigação quanto ao seu relacionamento com uma subordinada e relatórios falsos de despesas. Antes que isso acontecesse, ele pediu demissão, e começou na Oracle pouco depois.

No processo, a HP exige a restituição de todos os documentos e o pagamento de uma indenização.

HP e Oracle se tornaram fortes rivais depois que a segunda adquiriu a Sun Microsystems e ingressou no mercado de software para servidores, no qual anteriormente cooperava com a HP. O relacionamento se tornou ainda mais tenso no ano passado, quando o então presidente-executivo da HP, Mark Hurd, foi demitido e em seguida contratado pela Oracle. Há uma disputa judicial em curso quanto à contratação de Hurd.

(Reportagem de Bill Rigby)