Steve Wozniak afirma que consideraria voltar à Apple

sexta-feira, 8 de abril de 2011 16:08 BRT
 

Por Georgina Prodhan

BRIGHTON, Inglaterra (Reuters) - Steve Wozniak consideraria voltar a ocupar um papel ativo na Apple, companhia que ajudou a fundar, e acredita que a empresa pode adotar uma política mais aberta sem perder em vendas.

"Sim, eu consideraria isso", afirmou à Reuters o engenheiro da computação de 60 anos, quando questionado se ele ocuparia um papel ativo caso recebesse uma proposta da companhia.

Ele fundou a Apple Computer em 1976 com Steve Jobs e Ronald Wayne e construiu os computadores Apple I e Apple II, que ajudaram a revolucionar a computação pessoal.

Wozniak, que esteve em Brighton, cidade costeira da Inglaterra para uma conferência sobre servidores e para apresentar um prêmio de desenvolvimento de software, parou de trabalhar na Apple em 1987, mas ainda está na folha de pagamentos da empresa.

"Eu sei muita coisa sobre os produtos da Apple e produtos da concorrência que tem alguma relevância, algum significado. Eles também tocam meus sentimentos", afirmou Wozniak, hoje cientista chefe da empresa iniciante de armazenamento de dados Fusion-io.

Quando questionado sobre sua opinião a respeito da Apple atualmente, ele disse: "É inacreditável. Os produtos, um depois do outro, têm muita qualidade e são sucesso de vendas".

Muitos consumidores gostam de produtos da Apple, pois eles tornam o processo de comprar e consumir conteúdo muito fácil e sem falhas, mas a plataforma fechada que torna isso possível só permite aos clientes, mídia e desenvolvedores de software que usem a loja online da Apple e o sistema operacional iOS.

Wozniak afirmou gostar que a tecnologia seja relativamente aberta, para poder "entrar nela e adicionar meus toques personalizados".

"Penso que a Apple poderia ser mais aberta sem perder em vendas", disse Wozniak, acrescentando, porém, estar "certo de que eles estão tomando as decisões certas pelas razões certas para a Apple".

 
<p>Steve Wozniak, co-fundador da Apple, fala em palestra no Cingapura, em 8 de mar&ccedil;o de 2011. Wozniak afirmou que consideraria voltar a ocupar um papel ativo na Apple caso receba unma proposta. 08/03/2011 REUTERS/Tim Chong</p>