Chinesa Huawei anuncia a Dilma investimento de US$300 mi em SP

segunda-feira, 11 de abril de 2011 16:36 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - No primeiro dia da visita da presidente Dilma Rousseff à China, a empresa Huawei anunciou investimento de 300 milhões de dólares na construção de um centro de pesquisa em tecnologia em Campinas (SP).

A decisão foi comunicada a Dilma em Pequim nesta segunda-feira em audiência com o presidente da Huawei, Ren Zhengfei. O investimento da empresa, que é fabricante de equipamentos de telecomunicações, foi noticiado pelo Blog do Planalto.

A empresa atua na áreas de tecnologia 3G, banda larga fixa e móvel e de infraestrutura de redes para operadoras de telefonia.

Segundo o site da Presidência, a companhia também vai doar 50 milhões de dólares para a compra de equipamentos de computação para universidades brasileiras.

Em seu primeiro grande teste na política externa brasileira, Dilma chegou a Pequim nesta segunda-feira.

Na terça pela manhã (noite de segunda-feira no horário de Brasília), ela participa de seminários, um deles de tecnologia e outro com empresários, e tem encontro com o presidente da China, Hu Jintao. No dia seguinte, se reúne com o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao.

Dilma deve buscar negociações em torno de um equilíbrio maior no comércio bilateral, em que as chineses compram produtos básicos, como commodities, e o Brasil importa itens manufaturados --o que desagrada a indústria nacional.

(Por Carmen Munari)

 
<p>Presidente Dilma Rousseff desembarca de avi&atilde;o ao chegar em Beijing, na China. No primeiro dia da visita ao pa&iacute;s, a companhia de telecomunica&ccedil;&otilde;es chinesa Huawei anunciou investimento de 300 milh&otilde;es de d&oacute;lares na constru&ccedil;&atilde;o de um centro de pesquisa em tecnologia em Campinas (SP). 11/04/2011 REUTERS/David Gray</p>