Facebook não fechou parceria com a chinesa Baidu, diz fonte

segunda-feira, 11 de abril de 2011 17:47 BRT
 

Por Alexei Oreskovic

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Facebook está avaliando o mercado de Internet da China, mas a gigante das redes sociais não assinou um acordo com nenhuma companhia no país, afirmou à Reuters uma fonte próxima ao assunto.

As ações da companhia chinesa Baidu avançaram mais de 4 por cento para 147,93 dólares no mercado norte-americano nesta segunda-feira após a mídia divulgar que o Facebook e a empresa chinesa teriam fechado uma parceria.

O Facebook, que tem mais de 500 milhões de usuários, foi banido em 2009 da China, onde o governo exerce um firme controle sobre a informação na Internet. A companhia abriu um escritório de vendas em Hong Kong neste ano.

"A negociação frenética no mercado de opções do Baidu seguiu-se hoje a notícias de que a dona do mecanismo de buscas mais usado na China fechou um negócio com o Facebook para abrir um site de rede social na China", afirmou a analista de opções Caitlin Duffy, do Interactive Brokers Group, em relatório a clientes.

A atividade no mercado de opções do Baidu foi 2,3 vezes maior que a média diária com cerca de 112 mil opções de compra e 45 mil opções de venda negociadas até 13h55 (no horário de Brasília) de acordo com a empresa de análise de opções Trade Alert.

O Facebook afirmou em um comunicado nesta segunda-feira que a empresa está "estudando o mercado da China, como parte de uma avaliação sobre qualquer iniciativa que possa beneficiar nosso usuários, desenvolvedores e anunciantes".

O presidente-executivo Mark Zuckerberg passou pela China em dezembro, visitando os presidentes de várias empresas de Internet da China como o Baidu, a Sina Corp e o Alibaba Group.

De acordo com notícias chinesas recentes, o Baidu e o Facebook formaram uma joint-venture para criar uma nova rede social na China que não envolverá o Facebook.com.