Desenvolvedores de jogos de vídeo game criticam preços da Amazon

quinta-feira, 14 de abril de 2011 15:23 BRT
 

Por Phil Wahba

NOVA YORK (Reuters) - Um grupo representante de desenvolvedores de jogos acusou a Amazon.com de estabelecer parâmetros de preços que podem prejudicá-los no longo prazo e de tentar obter um semi-monopólio na venda de jogos feitos para o software Android.

A Associação Internacional de Desenvolvedores de Jogos (IDGA, na sigla em inglês) problematizou em um e-mail a seus membros nesta quinta-feira o fato de a Amazon exigir que desenvolvedores abaixem permanentemente os preços de jogos na Amazon caso ofereçam um desconto, mesmo que temporário, em outra loja.

"A Amazon tem poucos incentivos para que o conteúdo feito por um desenvolvedor não seja usado como uma arma para se obter participação de mercado de lojas de aplicativos rivais", afirmou a IGDA em sua nota.

O grupo também disse que os progressivos descontos da Amazon prejudicam desenvolvedores ao abaixar desnecessariamente preços de jogos que estão indo bem nas vendas.

A Amazon, que no mês passado lançou sua loja de aplicativos com jogos desenvolvidos para o software Android, do Google, não respondeu imediatamente o pedido de comentários.

Embora a IDGA tenha afirmado que a Amazon pretende resolver seus problemas, o grupo disse que isso pode mudar "no minuto em que a loja ficar tão grande que desenvolvedores para o Android não tenham chance a não ser distribuir conteúdo por meio da loja".

Mas a posição da Amazon no mercado pode se provar irresistível.

"O ecossistema da Amazon é controlado, de modo que não encontramos muitas versões piratas de nossos jogos ou jogos com malware, então, para os consumidores, será um local seguro", afirmou à Reuters o presidente-executivo da Gameloft, Michel Guillemot, em uma entrevista no mês passado.