Acusado se declara inocente de crimes com sites de pôquer online

segunda-feira, 18 de abril de 2011 19:37 BRT
 

Por Jonathan Stempel

NOVA YORK (Reuters) - Um homem de Illinois declarou-se inocente nesta segunda-feira frente a acusações de que ele teria ajudado três populares sites de pôquer a enganar bancos para processar ilegalmente pagamento de clientes nos Estados Unidos.

Bradley Franzen entrou com seu apelo ante o juiz Frank Maas no Tribunal Federal de Manhattan. Procuradores acusaram Franzen de operar um negócio ilegal de jogos de azar e de conspirações para cometer fraudes bancárias e lavagem de dinheiro.

Franzen, de 41 anos, esteve entre as 11 pessoas acusadas na sexta-feira, quando autoridades norte-americanas fecharam os domínios dos sites Absolute Poker, Full Tilt Poker e PokerStars, sediados fora dos EUA.

O caso pode ser um teste da lei federal em entidades sediadas em outros países, já que ela foi aprovada em 2006 para proibir jogos de azar de aceitar pagamentos dos EUA.

Procuradores afirmam que Franzen estava entre outros quatro acusados que eram altamente recompensados por "processar pagamentos".