Previsão de vendas da Intel supera expectativa de Wall Street

terça-feira, 19 de abril de 2011 18:31 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - A previsão de receita da Intel para o segundo trimestre foi maior que a estimada por Wall Street, desafiando preocupações de que a maior fabricante de chips do mundo esteja tendo dificuldades com o declínio das vendas de PCs.

As vendas se mantiveram fortes apesar dos temores de canibalização do mercado de chips para computadores pelo crescimento da popularidade de smartphones e tablets.

As ações da Intel avançaram 3,5 por cento no after-market após encerrarem o pregão com alta de 1,22 por cento na Nasdaq.

A companhia reportou um salto de 25 por cento na receita do primeiro trimestre para 12,8 bilhões de dólares, superando estimativas. O lucro líquido dos três primeiros meses de 2011 foi de 3,2 bilhões de dólares, acréscimo de 29 por cento sobre o mesmo período no ano anterior. O lucro por ação foi de 0,56 dólares.

Analistas esperavam receita de 11,59 bilhões de dólares, de acordo com o Thomson Reuters I/B/E/S.

Preocupações de que o tablet iPad, da Apple esteja afetando as vendas dos tradicionais PCs pairaram sobre a Intel, assim como temores sobre problemas com a falta de componentes na indústria eletrônica após o terremoto acompanhado de tsunami no Japão.

As vendas de computadores no primeiro trimestre caíram pela primeira vez desde 2009 com o iPad atraindo consumidores em ondas e o Japão se recuperando do desastre, de acordo com o Gartner.

O balanço divulgado nesta terça-feira foi o primeiro a incluir o balanço da empresa de segurança de dados McAfee, comprada pela Intel por 7,68 bilhões de dólares, e a compra por 1,4 bilhões de dólares da unidade de conexão sem fio da Infineon's.

Com a ajuda dessas empresas, a Intel afirmou que a receita no segundo trimestre será de 12,8 bilhões de dólares, com margem de erro para cima ou para baixo de 500 milhões de dólares.

Analistas esperavam receita de 11,59 bilhões de dólares no primeiro trimestre e 11,87 bilhões de dólares no segundo trimestre, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

(Reportagem de Noel Randewich)