ZTE vê forte alta nas vendas de celulares e tablets

terça-feira, 26 de abril de 2011 15:32 BRT
 

HONG KONG (Reuters) - A ZTE espera que suas vendas de celulares e tablets aumentem significativamente este ano em meio a investidas agressivas de fabricantes chineses de equipamentos de redes no setor de aparelhos móveis, como a própria ZTE e a Huawei.

A ZTE, segunda maior fabricante chinesa de equipamentos de rede, espera vender mais de 80 milhões de celulares este ano, quantidade que supera em um terço as vendas do ano passado, de 60 milhões de unidades.

As vendas de smartphones, que rodam o sistema operacional do Google, devem saltar de 3 milhões de unidades no ano passado para 12 milhões este ano, disse a ZTE.

"A ZTE não teve vantagens durante a era da televisão. A empresa também não estava presente durante a época dos PCs. Assim, os tablets obviamente representam uma excelente oportunidade para a ZTE", disse à Reuters o vice-presidente-executivo da unidade de aparelhos móveis da empresa, He Shiyou.

A venda de smartphones superou a de PCs no quarto trimestre do ano passado, com fabricantes comercializando mais de 100 milhões de celulares inteligentes, frente a 92 milhões de PCs, de acordo com a empresa de pesquisa IDC.

As vendas globais de smartphones devem crescer para cerca de 500 milhões de unidades este ano, ante 300 milhões no ano passado, afirmou Hu, citando dados do setor.

Ele acrescentou que a ZTE pretende vender 3 milhões de tablets este ano, frente uma quantia entre 200 mil e 300 mil unidades no ano passado, em um setor no qual companhias como Apple, Samsung e Lenovo têm batalhado por participação no mercado.