Vendas da Amazon crescem, mas são limitadas por investimentos

terça-feira, 26 de abril de 2011 19:22 BRT
 

Por Phil Wahba

NOVA YORK (Reuters) - A Amazon.com reportou queda em seus lucros no primeiro trimestre devido a novos investimentos que inibiram os lucros, mas a previsão de receita da varejista online superou as expectativas de Wall Street.

A companhia também previu uma receita para o trimestre atual que deve bater as expectativas do mercado e suas margens de lucro estiveram em linha com o que a companhia esperava, ajudando a levantar suas ações em negociações após o fechamento da sessão.

"O temor que as pessoas tinham, de que a empresa iria gastar mais do que Wall Street esperava, se realizou", disse Ken Sena, analista da Evercore Partners. "Mas quando você analisa o tipo de aceleração do crescimento que eles estão mostrando e superando a maioria das expectativas, pensa que a atitude deles faz sentido".

A companhia tem sacrificado parte da lucratividade para ganhar consumidores e comprar novos negócios. Ela investiu pesadamente em áreas como computação em nuvem para brigar com suas rivais Google e Apple.

A Amazon também está investindo dinheiro para abrir novos centros de distribuição e consolidar sua liderança como a maior varejista online do mundo.

No primeiro trimestre, encerrado em 31 de março, a receita foi de 9,857 bilhões de dólares, acima da média estimada de 9,57 bilhões e 38,2 por cento superior à de um ano antes.

O lucro líquido no primeiro trimestre foi de 201 milhões de dólares, ou 0,44 dólar por ação --com queda de 299 milhões de dólares, ou 0,66 dólar por ação sobre um ano antes. O valor ficou muito abaixo do 0,61 dólar esperado por Wall Street, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

A companhia prevê que a receita salte de 8,85 bilhões para 9,65 bilhões neste trimestre, acima da expectativa do mercado de 8,7 bilhões.

As ações da Amazon ficaram quase estáveis após a divulgação do balanço, após recuar 1,7 por cento na Nasdaq.