Venda de anúncios da Time Warner cresce, mas lucro sofre pressão

quarta-feira, 4 de maio de 2011 16:22 BRT
 

Por Paul Thomasch

NOVA YORK (Reuters) - A Time Warner divulgou nesta quarta-feira resultado trimestral melhor que o esperado pelo mercado, favorecida pela recuperação da receita com publicidade televisiva, mas as ações da companhia foram pressionadas pela decisão de não aumentar as previsões de lucro para este ano.

A Time Warner é a mais recente empresa de mídia a se beneficiar da força do mercado de publicidade. A CBS, a Viacom e a Discovery reportaram resultados excepcionalmente fortes para o trimestre passado.

O grupo teve lucro líquido de 651 milhões de dólares, ou 0,59 dólar por ação, contra 725 milhões de dólares, ou 0,62 dólar, no mesmo período do ano passado.

O lucro ajustado para o primeiro trimestre, de 0,58 dólar, ficou 0,02 dólar acima da expectativa média de analistas.

A queda no lucro foi decorrente de aumento de custos da programação, especificamente os relacionados ao acordo com a CBS para dividir a cobertura do campeonato de basquete da NCAA, que tem altas taxas para direitos de transmissão. Executivos afirmaram que a estrutura do acordo colocaria menos pressão nas margens de lucro nos próximos anos.

Por outro lado, o acordo ajudou a impulsionar as vendas de publicidade dos canais de TV a cabo da Warner, num período em que as empresas parecem estar gastando mais com campanhas nacionais. As vendas de anúncios aumentaram 48 por cento no trimestre.

A Time Warner, no entanto, recebeu críticas pelo resultado inferior aos de empresas como CBS e Viacom.

"O ponto negativo é que a empresa não superou as estimativas como as outras companhias do setor", disse Laura Martin, analista da Needham Capital.

O mercado também se decepcionou com o fato de a Time Warner ter decidido não elevar sua previsão de lucro anual, levando suas ações a uma queda de 3 por cento após a divulgação do balanço.