RIM passa a oferecer serviços para smartphones de concorrentes

quinta-feira, 5 de maio de 2011 19:34 BRT
 

Por Alastair Sharp

FLÓRIDA (Reuters) - A decisão da Research In Motion de abrir seus servidores corporativos altamente seguros para smartphones da Apple e aqueles com sistema operacional Android, concessão que já foi impensável, pode salvar a fabricante do BlackBerry.

A RIM, que já ocupou a liderança no segmento corporativo, teve poucas opções a não ser oferecer o gerenciamento de comunicações enviadas por aparelhos da concorrência. A maior questão, contudo, é quanto ela poderá cobrar pelo serviço.

A decisão da RIM, anunciada esta semana durante o evento BlackBerry World 2011, na Flórida, visa impedir seus grandes clientes corporativos de olhar para outras empresas gerenciadoras de comunicações móveis.

A decisão também protegeria as margens da RIM no setor de gerenciamento de aparelhos que, anteriormente, vinha apenas de aparelhos BlackBerry acessando e-mails corporativos, bases de dados e outras aplicações internas.

Mesmo assim, o analista Pierre Ferragu, da Sanford Bernstein, questiona quanto a RIM pode cobrar pelo gerenciamento de um iPhone, por exemplo, que limitaria integração com a infraestrutura da RIM.

O setor de gerenciamento de aparelhos valia 150 milhões de dólares no ano passado e pode crescer até 20 por cento nos próximos três anos, segundo a empresa de pesquisas Gartner.