Microsoft vai comprar Skype por US$8,5 bilhões

terça-feira, 10 de maio de 2011 18:38 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A Microsoft anunciou nesta terça-feira a compra da empresa de telefonia pela Internet Skype por 8,5 bilhões de dólares, em uma operação desenhada para fazer a gigante do software reconquistar terreno perdido para rivais como o Google.

O interesse da Microsoft na deficitária Skype sinaliza a necessidade da companhia de conquistar novos usuários para o Windows e o Office. A Skype registra 145 milhões de usuários mensais de seus usuários e tem ganhando espaço entre pequenas empresas.

A Skype adiou planos para uma oferta pública inicial que poderia levantar 1 bilhão de dólares. A empresa vinha buscando outras opções, incluindo alianças com Facebook e Google. Um acordo como esse tinha avaliado a Skype como valendo entre 3 bilhões e 4 bilhões de dólares.

A companhia sediada em Luxemburgo permite que os usuários façam chamadas telefônicas gratuitas e também dará à Microsoft um pé no terreno potencialmente lucrativo de videoconferência, conforme empresas buscam reduzir despesas por meio de alternativas de comunicação de baixo custo.

O serviço da Skype poderá ser combinado com programas da Microsoft como Outlook para ter mais apelo entre usuários corporativos enquanto as comunicações por voz e vídeo poderiam ser vinculadas à plataforma de videogames Xbox, da produtora de software.

No longo prazo, a Skype dará a Microsoft outra rota para desenvolver sua presença no mercado de comunicação móvel, uma área em que a empresa vem colocando mais energia e recursos enquanto o uso do computador de mesa se mostra sob ameaça.

A Skype vai se tornar uma nova divisão de negócios dentro da Microsoft e será comandada pelo presidente-executivo da própria Skype, Tony Bates. O executivo vai se reportar diretamente ao presidente da Microsoft, Steve Ballmer.

"É um ativo estratégico e a operação é um movimento defensivo", disse o analista Colin Gillis, do BGC Financial. "Se eles puderem colocar no Windows 8, dará a eles uma vantagem. A Skype também os ajuda no mercado de tablets", afirmou.

A compra da Skype é a maior aquisição feita pela Microsoft em seus 36 anos de história. A notícia da operação surgiu primeiro no blog de tecnologia GigaOM, na segunda-feira.   Continuação...

 
<p>Presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, e presidente-executivo do Skype, Tony Bates, apertam m&atilde;os em coletiva de imprensa conjunta, em San Francisco, Estados Unidos. 10/05/2011 REUTERS/Susana Bates</p>