Taxa de quebra de acordo entre AT&T e T-Mobile USA é de US$6 bi

quinta-feira, 12 de maio de 2011 17:28 BRT
 

Por Nadia Damouni e Paritosh Bansal

NOVA YORK (Reuters) - A AT&T prometeu à Deutsche Telekom 6 bilhões de dólares em ativos, serviços e dinheiro como uma taxa pela quebra do acordo caso órgãos reguladores dos Estados Unidos rejeitem sua proposta de aquisição de 39 bilhões de dólares da T-Mobile USA, que pertence à companhia alemã, segundo fontes a par do assunto.

O valor de 6 bilhões de dólares incluiria 3 bilhões de dólares em dinheiro, como a AT&T havia revelado anteriormente, e cerca de 2 bilhões de dólares em espectros, além de um acordo de roaming valendo 1 bilhão de dólares, de acordo com duas fontes que pediram anonimato.

O alto valor reforça a confiança da AT&T de que pode convencer os órgãos reguladores a aprovar a união das operadoras móveis norte-americanas, que está sendo fortemente criticada por muitos consumidores e concorrentes, incluindo a terceira maior operadora de telefonia móvel dos Estados Unidos, a Sprint Nextel.

A aquisição da T-Mobile USA, quarta maior operadora dos EUA, tornaria a AT&T, atualmente no segundo lugar, líder do mercado norte-americano de celular, permitindo a superação da concorrente Verizon Wireless, joint-venture da Verizon Communications e do Grupo Vodafone.

A aquisição requer aprovação da Comissão Federal de Comunicações (FCC, na sigla em inglês) dos EUA e do Departamento de Justiça norte-americano.