Positivo Informática reverte lucro e fecha 1o tri com prejuízo

sexta-feira, 13 de maio de 2011 10:38 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Positivo Informática, maior fabricante de computadores do país, encerrou o primeiro trimestre com prejuízo líquido de 33,7 milhões de reais, revertendo ganho de 37,8 milhões de reais obtido um ano antes.

A companhia teve geração da caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) negativa de 22 milhões de reais após Ebitda positivo de 64,7 milhões de reais no primeiro trimestre de 2010. A margem no período passou de 12,2 por cento positivo para 5,2 por cento negativos.

"Ressalta-se que a rentabilidade foi afetada em grande parte pela redução da receita entre os períodos comparados, que pontualmente não permitiu uma maior diluição da estrutura fixa", afirma a Positivo no balanço.

A empresa iniciou, ao final de 2010, a implementação de uma série de medidas focadas na melhora de sua eficiência operacional, mas "apesar dos avanços registrados, ainda não foi notado o efeito completo das medidas em curso para captura de eficiência", diz a Positivo.

O custo dos produtos vendidos caiu 5,6 por cento na comparação anual e 30,1 por cento sobre o quarto trimestre, para 334,3 milhões de reais.

Mas apesar da queda nas despesas, o preço médio dos computadores vendidos pela companhia recuou. O preço dos desktops caiu 4,2 por cento em reais na comparação anual, para 1.312 reais, e o de notebooks despencou 25,8 por cento, para 1.060 reais; "influenciado pela maior proporção de netbooks no mix total de vendas e pela maior participação de configurações de entrada".

A empresa vendeu 390.410 computadores no primeiro trimestre, queda de 8,3 por cento sobre o volume comercializado um ano antes e de 29,4 por cento sobre o total dos três últimos meses de 2010.

(Por Alberto Alerigi Jr.)