16 de Maio de 2011 / às 13:06 / em 6 anos

Sony começa a restaurar rede do PlayStation depois de invasão

Por Isabel Reynolds

TÓQUIO (Reuters) - A Sony anunciou no domingo que começou a restaurar seu serviço online de jogos PlayStation Network, quase um mês depois que uma imensa violação na segurança da rede forçou a companhia a desativá-la.

Usuários e especialistas em segurança criticaram a Sony pela maneira com que conduziu o incidente, que gerou processos judiciais e colocou em dúvida os planos do grupo para combinar a força de seu conteúdo e de seus produtos de hardware por meio de serviços online.

A gigante japonesa da eletrônica e entretenimento pediu desculpas aos clientes pela paralisação e informou que uma gama de novas medidas de segurança foram introduzidas, entre as quais um sistema de alerta antecipado que pode avisar a companhia sobre qualquer tentativa de penetração na rede.

“Não tenho como lhes agradecer o bastante pela paciência e apoio ao longo desse período”, afirmou Kazuo Hirai, o segundo em comando da Sony, no comunicado, também publicado em forma de mensagem em vídeo no blog da PlayStation Network.

“Estamos tomando medidas agressivas, em todos os níveis, para resolver as preocupações causadas por esse incidente, e tornando a proteção aos dados dos consumidores um compromisso de tempo integral para toda a empresa”, afirmou.

Uma mensagem de um usuário identificado como SG-1_F-302, no blog, afirmava “obrigado Sony !!!!” Mas alguns usuários disseram que a longa paralisação os convenceu a trocar o serviço pela XBox Live, da concorrente Microsoft.

No que se acredita tenha sido a maior violação de segurança desse tipo já ocorrida, hackers conseguiram acesso a dados pessoais de 77 milhões de usuários registrados na PlayStation Network e no Qriocity, 90 por cento dos quais localizados na América do Norte e Europa, e podem ter roubado dados de cartões de crédito.

Os hackers alugaram um servidor da Amazon.com para o ataque, informou a agência de notícias Bloomberg no domingo, mencionando uma fonte conhecedora do assunto.

A Sony detectou atividade incomum na PlayStation Network, que permite que proprietários de consoles de videogames baixem jogos, conversem com amigos e joguem contra eles online, em 19 de abril.

A companhia suspendeu as atividades da rede e de seu serviço online de música e filmes Qriocity, frustrando muitos usuários, mas demorou uma semana a alertá-los sobre as dimensões do problema de segurança.

A empresa constatou mais tarde que outro serviço online de jogos também havia sido invadido, permitindo acesso a outros 25 milhões de contas de usuários.

31 DE MAIO

A Sony informou que a restauração da PSN e do Qriocity vai acontecer de país em país e que espera que o processo seja completado em 31 de maio.

Os serviços Sony Online Entertainment também estão sendo restaurados e os clientes estão recebendo um jogo gratuito como compensação, informou a companhia.

A Sony afirmou ainda que indicou um executivo de tecnologia da informação para supervisionar a segurança de suas redes.

No sábado, a produtora japonesa de jogos Square Enix, conhecida pela série Final Fantasy, informou que hackers acessaram um de seus sites que obtiveram informações que incluem 25 mil endereços de email e possivelmente currículos de interessados em vagas de trabalho na empresa.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below